segunda-feira, 22 de agosto de 2011

É a minha deiz!



O que fazer com um cara que não me deixa chegar perto da minha mulher?  Ele olha pra mim e diz – é a minha DEIZ! – (o carinha ainda troca o V pelo D), se agarra na minha mulher,  forço uma passagem, não consigo e ele dá rizada! Eu tô lá na cozinha e escuto – É A MINHA DEIZ! – só para me sacanear! Ele fica grudadinho no rosto da minha mulher. Eu digo – é a minha mulher – e ele diz – é minha!
Muitas vezes esse cara vai para a nossa cama e dorme aí eu pego ele e levo de volta, ele não vê, passo uma noite expetacular com a minha mulher e de manhã quando ele acorda eu digo: - foi a minha deiz!

Um comentário:

  1. Álvaro, meu filho também era assim... e o beijo na boca?!

    ResponderExcluir

Agradeço com carinho o comentário, volte sempre!